Blog

HomeSem categoriaPor que suplementar coenzima Q10 com foco na saúde cardiovascular?

Por que suplementar coenzima Q10 com foco na saúde cardiovascular?

 

A carga de doenças cardiovasculares e metabólicas aumentam a cada ano, o que mostra a importância e necessidade de novos métodos de profilaxia e tratamentos mais efetivos. Pensando em cuidados preventivos, as mudanças no estilo de vida, englobando desde a alimentação integrada com a suplementação, até exercícios físicos e manejo do estresse, tornam-se o foco das estratégias clínicas.

No Brasil, as doenças cardiovasculares representam as principais causas de mortes, sendo que, o último levantamento do Ministério da Saúde mostrou que 300 mil indivíduos por ano sofrem agravos cardíacos como infarto agudo do miocárdio e arritmias. Diante disso, estima-se um aumento de 250% desses eventos no país até 2040.

O estilo de vida com foco na saúde do coração

Em torno de 80% das doenças cardiovasculares (DCV) podem ser evitadas com mudanças de comportamento no dia a dia. O aconselhamento nutricional é um aspecto essencial dessa mudança com objetivo de auxiliar na prevenção primária e secundária de hiperlipidemias, hipertensão, diabetes mellitus tipo 2 e DCV. Intervenções de dieta saudável são centrais para promover, ainda, a perda de peso e prevenir a síndrome metabólica, sobretudo em pessoas com risco genético elevado de obesidade que compromete também a função cardiovascular. 

Além disso, é preciso ressaltar a adequação da atividade física nessa rotina de cuidados com o coração. A American Heart Association indica que a atividade aeróbica moderada, o fortalecimento muscular por meio do treinamento resistido, o aumento do movimento diário e a diminuição do comportamento sedentário estão entre as recomendações para melhorar a aptidão cardiorrespiratória em adultos.

Um olhar para a suplementação nutricional

Como parte do reequilíbrio no estilo de vida, um olhar para a suplementação de nutrientes-chaves que ajudam na modulação cardiovascular faz-se necessário, tendo em vista que o ritmo atual da rotina da população pode gerar possíveis carências e depleção nutricional. Além disso, tal fator se intensifica quando citamos o processo natural do envelhecimento, que também é responsável pela queda na síntese de nutrientes específicos. Esse é o caso da coenzima Q10!

A coenzima Q10 é uma substância naturalmente produzida no organismo, considerada essencial para a produção de energia, por atuar nas mitocôndrias. Dentre suas ações benéficas gerais, destacam-se a atuação no metabolismo energético principalmente nas células cardíacas, o potente efeito antioxidante e anti-inflamatório, além de atuar nas vias de redução de dores crônicas em quadros de fibromialgia e enxaquecas. Mesmo sendo produzida pelo corpo, as modificações fisiológicas do envelhecimento induzem a uma queda na sua síntese, tornando a reposição exógena uma importante recomendação.

Por que suplementar coenzima Q10?

Uma vasta literatura científica, incluindo metanálises e revisões sistemáticas, ressalta o papel da suplementação de coenzima Q10 com benefícios cardiovasculares. Um estudo multicêntrico randomizado Q-SYMBIO controlado por placebo avaliou o impacto da coenzima Q10 suplementar em desfechos na insuficiência cardíaca, com 420 pacientes que receberam 100 mg três vezes ao dia ou placebo de coenzima Q10. O acompanhamento foi de 2 anos. Os resultados mostraram redução significativa do desfecho primário em longo prazo em 15% dos participantes tratados com a coenzima Q10, além de reduzir tempo de internação (Mortensen et al., 2014).

Por outro lado, um ensaio randomizado e controlado por placebo (Zhang et al., 2018) com 101 indivíduos dislipidêmicos que receberam 120 mg de Coq10 por 24 semanas, mostrou uma diminuição da pressão sistólica e diastólica e aumento da capacidade antioxidante total sérica na 12ª semana de tratamento e, na 24ª, uma redução dos níveis de triglicerídeos, colesterol de lipoproteína de baixa densidade (LDL), junto a regulação da glicemia e de biomarcadores de inflamação.

Como escolher um suplemento de qualidade de coenzima Q10?

Para escolher um suplemento de coenzima Q10, é fundamental avaliar todos os diferenciais que envolvem a biodisponibilidade e absorção desse nutriente. A Yosen, pensando nesse aspecto, traz ao Brasil o pioneirismo da nanotecnologia utilizando os ingredientes mais puros, naturais e seguros.

A Coenzima Q10 Ydrosolv® é um suplemento inteligente em gotas que leva a matéria-prima mais pura do mundo, a coenzima Q10 da Kaneka®. Ela apresenta composição líquida oferecendo 10mg deste componente por gota, com máxima absorção e biodisponibilidade proporcionada pela inovadora tecnologia Ydrosolv®.

A escolha de uma coenzima Q10 em gotas proporciona a vantagem de personalização das dosagens, ou seja, o consumo de acordo com as reais necessidades de cada pessoa de forma individualizada.

Foi conduzido um estudo com 23 voluntários selecionados que receberam concentrações iguais de Coenzima Q10, tanto em sua forma líquida encapsulada em sistema lipídico (Coenzima Q10 da linha Ydrosolv®), quanto em cápsulas (forma pura, não solubilizada), na mesma dosagem de 100mg. O resultado trouxe uma absorção total da coenzima Q10 em 14h 5 vezes maior e com aumento de 4 vezes na concentração máxima atingida.

       *Gráfico com os resultados do estudo, demonstrando as concentrações máximas de cada um dos suplementos.

REFERÊNCIAS

DI LORENZO A. et al. Clinical Evidence for Q10 Coenzyme Supplementation in Heart Failure: From Energetics to Functional Improvement. J Clin Med., v. 9, n. 5, apr. 2020.

GUTIERREZ-MARISCAL, F. et al. Coenzyme Q10 Supplementation for the Reduction of Oxidative Stress: Clinical Implications in the Treatment of Chronic Diseases. Int. J. Mol. Sci., v. 21, n. 7870. p. 1-19, 2020.

MARTELLI, A. Et al. Coenzyme Q10: Clinical Applications in Cardiovascular Diseases. Antioxidants, v. 9, n. 341, p. 1-26, 2020.

MORTENSEN, AS. et al. The effect of coenzyme Q10 on morbidity and mortality in chronic heart failure: results from Q-SYMBIO: a randomized double-blind trial.. JACC Heart Fail, v. 2, p. 641-9, 2014.

Organização Mundial de Saúde – OMS. Disponível em: < https://www.paho.org/pt/topicos/doencas-cardiovasculares> Acesso em 03 set. 2021.

The Institute Functional Medicine. Exercise Types and Heart Health. Disponível em: <https://www.ifm.org/news-insights/exercise-types-and-heart-health/> Acesso em 03 set. 2021.

ZHANG, P. et al. Treatment of Coenzyme Q10 for 24 Weeks Improves Lipid and Glycemic Profile in Dyslipidemic Individuals. J Clin Lipidol, v.12, n.2, p.417-427, 2017.

Post a Comment

A Yosen está presente na otimização da indústria farmacêutica! Utilizamos os sistemas de liberação lipídicos para o desenvolvimento de produtos inovadores voltados a elevar o nível e eficiência deste segmento.

Para a construção destes sistemas são utilizados fosfolipídios, que são componentes essenciais de qualquer membrana celular e desempenham um papel importante endógeno no transporte de lipídios. Eles são encontrados na bile, no trato gastrointestinal e são cruciais para a digestão e absorção de compostos lipofílicos.

Durante muitas décadas, os sistemas de liberação lipídicos têm sido utilizados para o desenvolvimento de medicamentos em diversas vias de administração, como medicamentos injetáveis, de uso oral, tópico, pulmonar, ocular, transdérmico, entre outros.

Isso porque são ingredientes biocompatíveis, biodegradáveis ​​e seguros após a administração.

Agora, através da tecnologia de sistemas de liberação lipídicos, a Yosen pode melhorar a solubilidade de ingredientes ativos, facilitar sua incorporação em formulações, melhorar a estabilidade e, também, a eficácia de diversos produtos.

O que os pesquisadores da indústria cosmética mais desejam?

melhor absorção e estabilidade do cosmético e a oferta de uma experiência sensorial profunda e mais benéfica.

Sabemos que o principal objetivo da pele, maior órgão do corpo humano, é formar uma barreira. A superfície da pele protege o corpo da desidratação e inibe a entrada de microrganismos no corpo.

Assim, um grande desafio é manter esta pele íntegra e saudável, com a administração de nutrientes que possam deixá-la jovem e hidratada.

Uma vez que a membrana celular das células que constroem a epiderme é rica em fosfolipídeos, os produtos desenvolvidos com sistemas lipídicos oferecem as soluções ideais para esses desafios porque:

• atuam como veículo de transporte (por exemplo, lipossomas, nanoemulsões, lipossomas elásticos) e, portanto, podem passar a barreira da pele;
• podem fluidizar a camada lipídica do estrato córneo, aumentando sua permeabilidade;
• melhoram a hidratação da pele, resultando em entumecimento do estrato córneo, que é acompanhado por um aumento da permeabilidade;
• aumentam a solubilidade dos nutrientes, a sua absorção e a eficácia;
• são responsáveis pela formação de efeito depósito dos nutrientes na pele, ocasionando uma liberação lenta e constante destas substâncias;
• protegem os nutrientes da degradação fotoinduzida e oxidativa.

E se, ao invés de cápsulas e comprimidos, pudéssemos consumir doses diárias de qualquer vitamina ou suplemento com apenas algumas gotas? Ou com a incorporação delas em quaisquer outros alimentos?

Isso é possível!

O trato gastrointestinal (GI) é uma barreira fisiológica e química e, portanto, apresenta demandas complexas à terapia oral. O fato de cerca de 50% dos nutrientes serem pouco solúveis ou completamente insolúveis em água, leva a desafios adicionais devido às suas baixas taxas de absorção e baixa biodisponibilidade. E é extremamente difícil desenvolver formulações eficazes com esses nutrientes.

Mas uma abordagem frequente é o uso de técnicas de solubilização e nanotecnologia para melhorar a eficácia da nutrição. O desenvolvimento de produtos utilizando sistemas de liberação lipídicos podem afetar positivamente a absorção dos nutrientes através dos seguintes mecanismos:

• estímulo do transporte linfático, contornando o metabolismo de primeira passagem no fígado;
• proteção dos nutrientes da degradação provocada por enzimas digestivas, pelo pH ácido do estômago e pelos sais biliares;
• devido ao tamanho de partículas nanométrico, atingem o intestino delgado intactos, elevando a absorção e biodisponibilidade;
• interação com os processos de transporte baseados em enterócitos, uma vez que existe uma camada intrínseca de fosfolipídeos no lúmen intestinal, responsável pela absorção dos nutrientes.

Todos queremos levar mais saúde e beleza aos nossos animais. Mas sabemos como, às vezes, a aplicação dos produtos pode ser um problema.

A solução são produtos inovadores, que facilitem esse processo e, ainda, tenham ação prolongada, eliminando de vez a dificuldade de se tomar várias vezes em intervalos pequenos de tempo.

Vários produtos na medicina veterinária tiram proveito dos produtos farmacêuticos e, por consequência, também utilizam com muito sucesso os sistemas de liberação lipídicos.

Os sistemas lipídicos são adequados para todas as vias de administração em produtos veterinários. Funcionam como solubilizante e carreador de medicamentos e nutrientes, atuando ainda como como promotor de permeação, potenciador da biodisponibilidade, hidratante e texturizador.

Interessante notar que, como os sistemas lipídicos são seguros por serem componentes fisiológicos, tornam-se irrelevantes para testes de resíduos em leite e carne.

Um grande diferencial, também, é o fato de os sistemas lipídicos serem inodoros ou com um odor característico ligeiramente semelhante ao de nozes, além de um sabor suave, enquanto os sistemas de liberação com produtos sintéticos têm principalmente um sabor amargo.

Os sistemas de liberação lipídicos são até mesmo capazes de suprimir o gosto amargo sem afetar outras qualidades de sabor e, portanto, é perfeitamente adequado para animais sensíveis ao sabor, como os gatos.

Quando administrados em injetáveis, os sistemas lipídicos são conhecidos por terem um excelente perfil de segurança, sem qualquer risco de induzir reações alérgicas ou choques anafiláticos, ao contrário de outros sistemas sintéticos potencialmente nocivos.

Além de eficiência, é mais segurança para os animais!