Slide

O único triglicerídeo de DHA com benefícios embasados em estudos clínicos, e com alta concentração de 350 mg de DHA por cápsula!

DHAOX®

R$97.30

Descrição

Descrição

O que é DHOX?

O DHAOX® é um suplemento alimentar em cápsulas, à base de óleo de peixe, com alto teor de Omega-3 rico em DHA-TG de alta concentração, vitaminas e minerais. DHAOX® possui como seu principal ingrediente ativo, o DHA-AOX® um triglicerídeo de DHA de alta concentração, resultado de 20 anos de pesquisas conjuntas da nossa parceira, empresa europeia de biotecnologia Brudylab e do Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular da Universidade de Barcelona.

Informação adicional

Informação adicional

Peso 129.20 g
Dimensões 15 × 10 × 8 cm
Avaliações (0)

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “DHAOX®”

Triglicerídeo de DHA de alta concentração, Vitaminas e Minerais

O consumo de ômega-3 no Brasil e em muitos outros países é abaixo do recomendado, levando à sua deficiência.

Por isso, a sua suplementação é a alternativa mais eficiente para auxiliar no aumento das suas concentrações no organismo, sendo indicado em diferentes situações:

Fertilidade
feminina e
masculina

Gestação e
amamentação

Apoio ao desenvolvimento
em quadros neurológicos

Prevenção e cuidado
cardiovascular

Desempenho
esportivo

Disfunções
oculares

dhaox-12

A qualidade do suplemento de DHA é fundamental: a tecnologia e matéria-prima empregadas favorecem o aumento da sua biodisponibilidade e da sua ação, além de garantir sua pureza!

A docosahexaenoína-AOX®, molécula patenteada do DHAOX®, se destaca por:

A sua dose de autocuidado!

FAQ

1- O que é o DHAOX®

O DHAOX® é um suplemento alimentar em cápsulas, à base de óleo de peixe, com alto teor de Ômega-3 rico em DHA-TG de alta concentração, vitaminas e minerais. DHAOX® possui como seu principal ingrediente ativo, o DHA-AOX® um triglicerídeo de DHA de alta concentração, resultado de 20 anos de pesquisas conjuntas da nossa parceira, empresa europeia de biotecnologia Brudylab e do Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular da Universidade de Barcelona.

 

2- O que é o DHA?

A ácido decosahexaenóico (DHA) é o ácido graxo polinsaturado mais conhecido. É essencial para os seres humanos, uma vez que não conseguimos sintetizá-lo. Possui 22 carbonos e 6 duplas ligações (C22: 63), o que o torna muito fluido e flexível. Pertence à família de polinsaturados Ômega-3. Este ácido graxo é obtido através da dieta alimentar, sobretudo a partir do consumo de peixe e marisco.

Sua presença nas membranas celulares em geral, e especialmente nos neurônios corticais do cérebro e nos fotorreceptores da retina, é vital para a nossa sobrevivência assim como para o desenvolvimento intelectual e visual1. Mundialmente, existe um consumo deficitário de DHA2. A sua presença nas membranas das células nervosas fornece a fluidez, flexibilidade e permeabilidade necessárias para otimizar as conexões sinápticas, influenciar a maturação da árvore dendrítica, a transferência sináptica de neurotransmissores e a sinalização celular1.

 

3- Por que DHAOX® é diferente

A matéria prima utilizada é um óleo de peixe com alto percentual de Ômega-3, sendo composto por 70% do triglicerídeo de DHA de alta concentração. Nosso DHA é resultado de mais de 20 anos de pesquisas conjuntas com o Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular da Universidade de Barcelona e foi amplamente estudado. Hoje temos mais de 25 estudos clínicos realizados com nossas formulações que embasam os benefícios dos nossos produtos. Fruto também da intensa colaboração entre a Brudylab e a Universidade de Barcelona, foi obtida em 2014 a patente para o nosso triglicerídeo de DHA de alta concentração, que comprovou aumentar em até 300 vezes3 a síntese da glutationa, um potente antioxidante intracelular.

 

4- Quais são os Benefícios da Suplementação com DHAOX®?

Viver numa atmosfera rica em oxigênio, para respirar, obriga os seres vivos a desenvolver mecanismos que lhes permitam neutralizar os radicais livres; moléculas oxidadas instáveis, que perderam um ou ambos elétrons na sua orbita externa e estão dispostos a captá-los das moléculas vizinhas, que compõem os órgãos e tecidos nobres do organismo (proteínas, carboidratos, ácidos graxos, DNA, … ), que veem sua função desta forma lesada ou alterada.

 

A idade é um fator de vulnerabilidade

A genética, o estilo de vida e o tipo de alimentação influenciam fortemente os mecanismos de proteção, favorecendo a saúde ou a doença. Alguns deles abrandam à medida que envelhecemos, tornando este grupo mais vulnerável.

 

Mecanismos de proteção

A Inflamação associada a doenças crônicas, como olho seco, glaucoma, diabetes, degeneração macular ligada à idade (DMLI) está relacionada a um aumento pronunciado do estresse oxidativo sendo necessário reforçar tanto os mecanismos endógenos que combatem o estresse oxidativo (enzimas antioxidantes, glutationa, ácido úrico, …), como os mecanismos exógenos (vitaminas antioxidantes, oligoelementos, flavonóides, carotenóides, ácidos graxos essenciais,)

 

A dieta, uma fonte de antioxidantes

Hoje, a pesquisa indica claramente que a intervenção baseada na dieta, através da contribuição de certos nutrientes com eficácia protetora comprovada, permite ao médico ou nutricionista intervir para minimizar a vulnerabilidade e aumentar as defesas dos pacientes, paralelamente ao tratamento específico da doença.

 

A Comissão Européia aprovou o uso dos efeitos benéficos do DHA em humanos, estipulando as quantidades diárias recomendadas para cada indicação: função visual, cerebral, cardíaca, neonatal, gestante e lactante, pressão arterial e manutenção do valor normal de triglicéridos: sendo salientado que existe um papel bem estabelecido entre o DHA e o funcionamento da retina e, portanto, uma clara relação de causa e efeito entre o consumo de DHA e a manutenção da visão normal. O painel também destaca o papel bem estabelecido entre o DHA e a função cerebral, e os benefícios fisiológicos que o consumo de DHA proporciona para a manutenção da função cerebral normal. Também é de conhecimento que a suplementação com  DHA auxilia na manutenção da concentração normal de triglicerídeos no sangue durante o jejum, recomendando o uso de DHA administrado diariamente. A Comissão Européia também reconheceu a importância do DHA na dieta humana para induzir o desenvolvimento normal da função visual, cerebral e intelectual e seu efeito redutor da taxa de triglicerídeos na hipertrigliceridemia moderada. 

 

Além das diretrizes da Comissão Européia, disponibilizamos ao longo de mais 20 anos de intensas pesquisas, mais de 25 publicações científicas que podem ser acessadas neste link

5- Como utilizar o DHAOX®?

1 cápsula por dia com uma refeição, ou conforme orientação de médico ou nutricionista. 

Ingredientes

Óleo de peixe com alto teor de DHA ascorbato de cálcio bisglicinato de zinco, nicotinamida, adetato de DL – ella – tocoferal, bisglicinato de manganês, bisglicinato de cobre, selenometionina, ribotlavina, cloridrato de piridoxina, mononitrato de tiamina, ácido fólico, cianocobalamina, agente de massa óleo de girassol, emulsificante lecitina de girassol. Cápsula: gelatina, água punficada, umeciante glicerina, glaceante cera de abalha e corante
extrato de casca de uva.
NÃO CONTÉM GLÚTEN

Alérgicos:

CONTÉM DERIVADOS DE PEIXE.

Como devo usar o suplemento alimentas DHAOX ?

Consumir 1(uma) cápsula ao dia, após a refeição, ou conforme as orientações do seu médico ou nutricionista.

Referências

  1. Linda M Arterburn, et al; Distribution, interconversion, and dose response of ω-3 fatty acids in humans; Am J Clin Nutr 2006;83(suppl):1467S-76S
  2. 2. Ken D. Stark et al; Global survey of the omega-3 fatty acids, docosahexaenoic acid and eicosapentaenoic acid in the blood stream of healthy adults; Progress in Lipid Research 63 (2016) 132–152
  3. Bogdanov P, et al; Docosahexaenoic acid improves endogen antioxidant defence in ARPE-19 cells; ARVO Congress 2008, Poster5932/A306, Thursday, May 01, 2008.
  4. . Juan Carlos Martinez-Soto; Dietary supplementation with docosahexaenoic acid (DHA) improves seminal antioxidant status and decreases sperm DNA fragmentation; Syst Biol Reproductive Med 2016, 62 (6): 387–395; http://dx.doi.org/10.1080/19396368.2016.1246623
  5. Popova A Yu, et al, Experience in the use of docosahexaenoic acid (BrudyPlus) in patients with increased spenn DNA fragmentation index in Acad. V.I. Kulakov Research Center for Obstetrics, Ginecology and Perinatology; Andrology & Genital Surgery 2015; 16(2): 51-55.
  6. Castillo, F.; Castillo-Ferrer, F.-J.; Cordobilla, B.; Domingo, J.C. Inadequate Content of Docosahexaenoic Acid (DHA) of Donor Human Milk for Feeding Preterm Infants: A Comparison with Mother’s Own Milk at Different Stages of Lactation. Nutrients 202113, 1300. https://doi.org/10.3390/nu13041300
  7. Gómez-Soler M, Cordobilla B, Morató X, Fernández-Dueñas V, Domingo JC and Ciruela F (2018) Triglyceride Form of Docosahexaenoic Acid Mediates Neuroprotection in Experimental Parkinsonism. Front. Neurosci. 12:604. doi: 10.3389/fnins. 2018.00604
  8. Bhatt DL, Steg PG, Miller M, Brinton EA, Jacobson TA, Ketchum SB, Doyle RT Jr, Juliano RA, Jiao L, Granowitz C, Tardif JC, Ballantyne CM; REDUCE-IT Investigators. Cardiovascular Risk Reduction with Icosapent Ethyl for Hypertriglyceridemia. N Engl J Med. 2019 Jan 3;380(1):11-22. doi: 10.1056/NEJMoa1812792. Epub 2018 Nov 10. PMID: 30415628.
  9. Guzman JF, et al; DHA- rich fish oil improves complex reaction time in female elite soccer players; Journal of Sports Sci Med 2011;10:301-5.
  10. Maria Lafuente, et al; Combined intravitreal ranibizumab and oral supplementation with docosahexaenoic acid (DHA) and antioxidants for Diabetic Macular Edema: 2-year randomized single-blind controlled trial results; published in RETINA 2017, 37:1286-2017

A Yosen está presente na otimização da indústria farmacêutica! Utilizamos os sistemas de liberação lipídicos para o desenvolvimento de produtos inovadores voltados a elevar o nível e eficiência deste segmento.

Para a construção destes sistemas são utilizados fosfolipídios, que são componentes essenciais de qualquer membrana celular e desempenham um papel importante endógeno no transporte de lipídios. Eles são encontrados na bile, no trato gastrointestinal e são cruciais para a digestão e absorção de compostos lipofílicos.

Durante muitas décadas, os sistemas de liberação lipídicos têm sido utilizados para o desenvolvimento de medicamentos em diversas vias de administração, como medicamentos injetáveis, de uso oral, tópico, pulmonar, ocular, transdérmico, entre outros.

Isso porque são ingredientes biocompatíveis, biodegradáveis ​​e seguros após a administração.

Agora, através da tecnologia de sistemas de liberação lipídicos, a Yosen pode melhorar a solubilidade de ingredientes ativos, facilitar sua incorporação em formulações, melhorar a estabilidade e, também, a eficácia de diversos produtos.

O que os pesquisadores da indústria cosmética mais desejam?

melhor absorção e estabilidade do cosmético e a oferta de uma experiência sensorial profunda e mais benéfica.

Sabemos que o principal objetivo da pele, maior órgão do corpo humano, é formar uma barreira. A superfície da pele protege o corpo da desidratação e inibe a entrada de microrganismos no corpo.

Assim, um grande desafio é manter esta pele íntegra e saudável, com a administração de nutrientes que possam deixá-la jovem e hidratada.

Uma vez que a membrana celular das células que constroem a epiderme é rica em fosfolipídeos, os produtos desenvolvidos com sistemas lipídicos oferecem as soluções ideais para esses desafios porque:

• atuam como veículo de transporte (por exemplo, lipossomas, nanoemulsões, lipossomas elásticos) e, portanto, podem passar a barreira da pele;
• podem fluidizar a camada lipídica do estrato córneo, aumentando sua permeabilidade;
• melhoram a hidratação da pele, resultando em entumecimento do estrato córneo, que é acompanhado por um aumento da permeabilidade;
• aumentam a solubilidade dos nutrientes, a sua absorção e a eficácia;
• são responsáveis pela formação de efeito depósito dos nutrientes na pele, ocasionando uma liberação lenta e constante destas substâncias;
• protegem os nutrientes da degradação fotoinduzida e oxidativa.

E se, ao invés de cápsulas e comprimidos, pudéssemos consumir doses diárias de qualquer vitamina ou suplemento com apenas algumas gotas? Ou com a incorporação delas em quaisquer outros alimentos?

Isso é possível!

O trato gastrointestinal (GI) é uma barreira fisiológica e química e, portanto, apresenta demandas complexas à terapia oral. O fato de cerca de 50% dos nutrientes serem pouco solúveis ou completamente insolúveis em água, leva a desafios adicionais devido às suas baixas taxas de absorção e baixa biodisponibilidade. E é extremamente difícil desenvolver formulações eficazes com esses nutrientes.

Mas uma abordagem frequente é o uso de técnicas de solubilização e nanotecnologia para melhorar a eficácia da nutrição. O desenvolvimento de produtos utilizando sistemas de liberação lipídicos podem afetar positivamente a absorção dos nutrientes através dos seguintes mecanismos:

• estímulo do transporte linfático, contornando o metabolismo de primeira passagem no fígado;
• proteção dos nutrientes da degradação provocada por enzimas digestivas, pelo pH ácido do estômago e pelos sais biliares;
• devido ao tamanho de partículas nanométrico, atingem o intestino delgado intactos, elevando a absorção e biodisponibilidade;
• interação com os processos de transporte baseados em enterócitos, uma vez que existe uma camada intrínseca de fosfolipídeos no lúmen intestinal, responsável pela absorção dos nutrientes.

Todos queremos levar mais saúde e beleza aos nossos animais. Mas sabemos como, às vezes, a aplicação dos produtos pode ser um problema.

A solução são produtos inovadores, que facilitem esse processo e, ainda, tenham ação prolongada, eliminando de vez a dificuldade de se tomar várias vezes em intervalos pequenos de tempo.

Vários produtos na medicina veterinária tiram proveito dos produtos farmacêuticos e, por consequência, também utilizam com muito sucesso os sistemas de liberação lipídicos.

Os sistemas lipídicos são adequados para todas as vias de administração em produtos veterinários. Funcionam como solubilizante e carreador de medicamentos e nutrientes, atuando ainda como como promotor de permeação, potenciador da biodisponibilidade, hidratante e texturizador.

Interessante notar que, como os sistemas lipídicos são seguros por serem componentes fisiológicos, tornam-se irrelevantes para testes de resíduos em leite e carne.

Um grande diferencial, também, é o fato de os sistemas lipídicos serem inodoros ou com um odor característico ligeiramente semelhante ao de nozes, além de um sabor suave, enquanto os sistemas de liberação com produtos sintéticos têm principalmente um sabor amargo.

Os sistemas de liberação lipídicos são até mesmo capazes de suprimir o gosto amargo sem afetar outras qualidades de sabor e, portanto, é perfeitamente adequado para animais sensíveis ao sabor, como os gatos.

Quando administrados em injetáveis, os sistemas lipídicos são conhecidos por terem um excelente perfil de segurança, sem qualquer risco de induzir reações alérgicas ou choques anafiláticos, ao contrário de outros sistemas sintéticos potencialmente nocivos.

Além de eficiência, é mais segurança para os animais!